História de Lavrinhas

Em 1874, em terras então pertencentes ao município de Queluz, foi instalada a estação de Lavrinhas, da Estrada de Ferro D. Pedro II, no local onde existiram algumas lavras de ouro. Em torno da estação cresceu um povoado que, em 1906, separando-se de Queluz, passou a distrito do Município de Pinheiros.
Com a instalação do Colégio São Manoel em 1914, os serviços de laticínios, a exploração do carvão vegetal e da lenha para as locomotivas e, também, com a exploração da bauxita e da pecuária leiteira, o povoado se desenvolveu.

Lavrinhas passou, então, a sede de Município, abrangendo Pinheiros e os núcleos da Capela do Jacu e Mavisou.

Fonte: “O Passado Ao Vivo” (Thereza Regina de Camargo Maia)


GEOGRAFIA

O município de Lavrinhas, localiza-se a uma latitude 22º34'15" sul e a uma longitude 44º54'08" oeste, estando a uma altitude de 508 metros. Sua população estimada em 2004 era de 6.692 habitantes.

Possui uma área de 166,9 km². A densidade demográfica é de 39,98 hab/km².

Os municípios limítrofes são Passa Quatro (MG) a norte, Queluz a leste, Silveiras a sudeste e Cruzeiro a oeste.

O norte do município é montanhoso, dominado pela Serra da Mantiqueira.

A Pedra da Mina, ponto mais alto do estado de São Paulo e da Serra da Mantiqueira, com 2.798 m de altitude, situa-se em parte no município, no ponto de encontro das suas divisas com Queluz e Passa Quatro.